Postagens

Viver na Esperança um desafio para o hoje

Alagoa Nova, 14 de janeiro de 2021 Luiz Carlos Rodrigues da Silva      Hoje falamos muito sobre a necessidade de se cultivar a esperança e mais ainda diante do caos que enfrentamos na sociedade. Somos bombardeados por todos os lados, pelos fatores externos: como política, economia, saúde, Educação, Lazer etc. ou internos como os da ordem psíquica. Não precisa nem listar mais - os que apresentamos são suficientes para nos distanciar da esperança. Mas como ser homens e mulheres da esperança?      Primeiro precisamos afastar de nós o pensamento de que todo o sofrimento que enfrentamos é castigo. Já escrevemos, em outra oportunidade, sobre a pedagogia do sofrimento  - em resumo: ele, o sofrimento, não pode ser visto como fatalidade, mas como consequência de um caminho que leva ao aprendizado e a superação. Depois não podemos ver a esperança como sendo algo espontâneo do ser humano, ou seja, algo que é natural como são os desejos, instintos e os sonhos. A esperança é algo além, está ligada

Não podemos relativizar o vírus e nem ignorar a fome que cresce no Brasil

2020 nos apontou e temos a obrigação de caminhar para à Fraternidade Universal em 2021

Papa Francisco de coração Passionista: "Não podemos ver o rosto de Deus, mas podemos experimentá-lo ao olhar para nós quando honramos o rosto do próximo que nos ocupa com suas necessidades"

A busca pela sobrevivência, na sociedade, impulsionado pela sabedoria do sol; por Pe. Ademir Guedes

Uma reflexão sobre o perigo de relativizar a verdade cristã

MEDO E COMODISMO: a resistência ao novo e o perigo em evitar as consequências do caminho libertador

A PARTICIPAÇÃO SOCIAL: é a esperança em meio ao caos gerado pela guerra política em uma sociedade ferida

O DILEMA DAS REDES SOCIAIS: documentário escancara lado obscuro da inteligência artificial e especialistas dizem que as redes sociais na internet estão colocando a humanidade em risco

Privilegiados e despossuídos: cresce o sentimento de indiferença e a fome volta ao Brasil que ostenta no Cristianismo sua principal bandeira religiosa

MISSÃO PROFÉTICA DEVER DO CRISTÃO: mas nem todos se comprometem e os que vivem são ameaçados

Celebrar a Exaltação da Santa Cruz é um convite pessoal à releitura da humanidade em Jesus

Como pensar na morte? Uma reflexão com base bíblica e profética; Por Pe. Eugênio Mezzomo, cp

Compartilhe com seus amigos: